Meu filho não se concentra na missa: o que posso fazer?

28 set
0 comment

 

Muitos pais encontram dificuldade para lidar com os filhos dentro da igreja. As dificuldades são sempre parecidas, mas o maior incômodo para os pais e sua maior queixa é: meu filho não se concentra na missa. Se você também está passando por isso, saiba que este comportamento é natural nas crianças. Não desanime, você pode estimular seu filho a mudar esse comportamento .

Meu filho não se concentra na missa. Como mudar isso?

O tempo de concentração das crianças é muito curto. Porém, os pais podem ajudá-las a amenizar este estado de dispersão.

Algo que comprovadamente ajuda as crianças a melhorar a concentração é a prática do esporte. A atividade física estimula a memória e a concentração porque o corpo necessita dessas habilidades, além da melhora na consciência corporal, da coordenação motora e do esforço físico, para realizar os exercícios. Tudo isso exige que o cérebro trabalhe de maneira mais intensa.  Ou seja, a atividade física trabalha ao mesmo tempo o corpo e a mente.

O grande vilão das crianças quando se fala em concentração é o tempo excessivo que elas passam em frente à televisão, computador ou tablets. Por isso, procure regrar e controlar o tempo que seu filho tem ficado exposto a esses meios.

Você pode combater esse vilão estimulando seu filho à prática da leitura. Ler exige concentração para compreender a história, portanto é um ótimo exercício. Os pais podem também estimular a memória das crianças à curto prazo, falando com elas pausadamente e repetindo a informação, já que muitas vezes elas se dispersam porque não compreenderam o que lhes foi dito.

 

A vivência na comunidade paroquial

As crianças não compreendem ainda o significado da santa missa. Elas não sabem por que precisam estar na igreja ou por que precisam ficar paradas ali enquanto que sua energia lhe pede para sair correndo e brincar.

Nestas horas, muitas manifestam o seu descontentamento com choros e gritos. A situação torna-se constrangedora para os pais, principalmente pelos olhares tortos e impacientes que costumam receber dos que estão envolta.

À você pai e mãe, o Papa Francisco traz uma palavra de alento: “As crianças choram, fazem barulho em todos os lugares. Mas nunca podemos expulsar as crianças que choram na igreja”, disse o Papa ao visitar uma paróquia de Roma em dezembro de 2014. Ele ainda acrescenta: “O choro da criança é a voz de Deus, é a melhor oração”.

Não é possível forçar uma criança a se comportar perfeitamente bem. Contudo, os pais podem orientá-las para isso. Converse com seu filho, explique para ele que a Igreja é a Casa de Deus, que ali é lugar de oração e de silêncio para ouvir o Papai do céu. Se ele já sabe rezar, estimule-o a chegar à igreja, ajoelhar-se e falar com Deus. Durante a celebração, quando ele quiser conversar, lembre-o que precisamos estar atentos à celebração.

Antes de tudo, é preciso ter paciência até que seu filho alcance o amadurecimento. Aos poucos, no decorrer do seu desenvolvimento, ele compreenderá o valor da missa.

 

Fomente em sua casa a espiritualidade, e verá os frutos do cultivo da fé em família. Saiba mais, leia A importância da oração na vida da família